Conheça os 10 lugares mais quentes do mundo

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Dallol (foto), na Woreda de Dallol, no Norte da Etiópia, é o local já habitado mais quente da Terra, com temperaturas junto ao Vulcão Dallol que chegam a 60 graus Celsius. O Deserto Dasht-e Lut, no Irã, tem a marca de ter registrado a temperatura mais alta já verificada na superfície terrestre, 70,7 graus Celsius.

Dallol é uma das localidades mais remotas da Etiópia e não tem atualmente população residente. Está localizada no Deserto de Danakil, que se estende da Etiópia ao Djibuti. E fica próxima ao Vulcão Dallol, onde as temperaturas durante o dia chegam a 60 graus Celsius e que teve sua última erupção em 1926. As condições extremas tornaram Dallol uma cidade fantasma.

Conheça os outros nove lugares que estão entre os mais quentes do mundo:

WADI HALFA - SUDÃO

Wadi Halfa, Sudão

Wadi Halfa é um dos quatro distritos do estado de Ash-Shamaliyah, no Sudão. Muito pobre e localizada no centro do deserto do Saara, próximo à fronteira com o Egito, esta cidade (acima) é uma área de difícil acesso. Pra chegar lá é necessário pegar um trem em Cartum, que contorna as margens do Nilo passando por inúmeras ruínas milenares. As temperaturas em Wadi Halfa chegam a 53 graus centígrados nos momentos mais quentes.

VALE DA MORTE - CALIFÓRNIA - EUA

Vale da Morte, na Califórnia

Localizado no Deserto de Mojave, próximo ao estado de Nevada, o Vale da Morte (foto acima) alcançou a temperatura máxima de 57 graus Celsius à sombra em 10 de julho de 1913, embora sua temperatura média anual seja de 25,7 graus Celsius, a mais elevada dos Estados Unidos. É reconhecido pela Organização Mundial de Meteorologia como um dos lugares mais quentes do mundo. Esse também é o lugar onde menos chove nos Estados Unidos, com uma precipitação média anual de apenas 50 milímetros. No Vale da Morte existe a maior fonte de borato do mundo.

DESERTO DASHT-E LUT - IRÃ

Deserto Dasht-e Lut, no Irã

Dasht-e Lut é um grande deserto de sal no sudeste do Irã e o 25º maior deserto do mundo. Nos anos 2004 e 2005 foi registrada ali a temperatura mais alta da superfície terrestre até o momento, de 70,7 graus Celsius, conforme medição feita pela Nasa. Um dos destaques desse deserto são os lagos Dasht, que se estendem por 300 quilômetros.

TIRAT TSVI - ISRAEL

Tirat Tsvi, em Israel

Pertencente à área de HaZafon e integrante de um importante kibutz em Israel, Tirat Tsvi (acima) registrou, em 21 de junho de 1942, a temperatura mais elevada de toda a Ásia, 53,9 graus Celsius. Localizada no Vale Beit Shean, a cidade está junto ao Rio Jordão.

TOMBUCTU - MALI

Cidade de Tombuctu, no Mali

A cidade de Tombuctu (acima), capital da região homônima, está localizada no centro do Mali e, em 1990, foi incluída na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo, da Unesco. Fundada em 1100 por sua proximidade do Rio Níger e para atender as caravanas que movimentavam o sal do Deserto do Saara para trocá-lo por ouro e escravos levados do Sul do continente, Tombuctu foi sede da universidade corânica de Sankoré, a partir da qual 50 mil sábios muçulmanos difundiram o Islã por toda a África Ocidental. A cidade não tem mais o esplendor do passado e atualmente está sendo engolida pelas areias do Saara. Também está entre os lugares mais quentes do mundo, tendo registrado temperaturas de até 54,4 graus Celsius.

LOCALIDADE DE BOULIA - QUEENSLAND - AUSTRÁLIA

Boulia, Queensland, Austrália

Boulia, em Queensland, um dos seis estados da Austrália, já registrou temperaturas de até 69 graus Celsius. A região tem grandes áreas com florestas tropicais e atrai turistas o ano todo para suas praias, mas nem por isso é menos quente. Também é citada entre os lugares mais quentes do mundo.

DEPRESSÃO DE TURFAN - NOROESTE DA CHINA

Depressão de Turpan, China

Turfan tem seu ponto mais profundo a 154,5 metros abaixo do nível do mar. Depois do Mar Morto, também na Ásia, é o segundo ponto mais baixo da Terra. Fica na base da cordilheira onde está o Monte Bogdo Ula, com 5.445 metros. A Depressão de Turfan recebe a contribuição de diversos lagos, pântanos e rios. Já registrou temperaturas próximas de 50 graus Celsius. E a chuva é mínima, com uma precipitação média anual que não passa de 20 milímetros. O lugar é conhecido como um dos "fornos da China".

KEBILI - TUNÍSIA

Kebili, Tunísia

Nem mesmo as 100 mil tamareiras existentes na região deixam o clima de Kebili, no Sul da Tunísia, mais agradável. As temperaturas já registraram picos de até 55 graus Celsius. Capital da província homônima, a cidade está situada à beira de um oásis do deserto do Saara. Seu palmeiral, com as tamareiras, é o mais importante da região histórica de Nefzaoua. 

GADAMÉS OU GHADAMES - LÍBIA

Gadamés ou Ghadames, Líbia

Com pouco mais de 7 mil habitantes, berberes e tuaregues, Gadamés ou Ghadames é mais um oásis nos desertos da África. Mas, mesmo assim, as temperaturas já chegaram ali a cerca de 55 graus Celsius. Os primeiros registros sobre a cidade vêm do período romano. Já foi governada por cristãos, muçulmanos e ocupou um papel importante no comércio trans-saariano até o século XIX. A parte antiga da cidade, cercada por uma muralha, foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

Aleatórias

Qual é o ponto culminante do Brasil?

O Pico da Neblina (foto), localizado no Parque Nacional do Pico da Neblina, na Serra do Imeri, no Amazonas, é o ponto mais do Brasil, com 2.993,78 metros de altitude.

Qual o maior golfo do mundo?

O Golfo do México (foto) é o maior do mundo, com uma área de 1 milhão e 550 mil quilômetros quadrados.

Nome dólar veio da Alemanha

O nome da moeda mais utilizada, mais famosa e mais desejada do mundo foi inspirado em uma moeda alemã.

Galeria de imagens

bicicleta
bicicleta1
celular1960
dengue
galaxias
grandecolisor
marte
neuronios
origemhomem
pesquisa
presal
sol
televisao
ufo
beatles
beatles1
beatles2
inquisicao
muralhachina
napoleao
tonicotinoco
aerogeradores
altamira
aquifero-alter-do-chao
beijomaislongo
bruxas
burqa

Online

Temos 671 visitantes e 31 membros online